quinta-feira, 9 de março de 2017

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Psiu, gostosa Vem aqui Ô linda Foge não Vadia Nojenta Vagabunda Piranha Bruxa Lixo Ô mocinha Toma um banho Limpa teu sangue Eu prefiro limpa, assim Limpa esse chão Limpa essa louça aqui Quero teu corpo limpo Ô querida Tão nervosa Não precisa É louca É neurótica Fica quietinha Fecha a perninha Sente como menininha É tão frágil É cristal Mimo meu Na minha estante Calada Muda Silenciada Ei, mulher Eu tenho uma flor Feliz dia Sorria Eu salvei o dia Toma, boneca Uma promoção de perfume Maquiagem mais em conta Lingerie na promoção É teu dia, bonita! Tá com frescura, gatinha? Volta aqui Vamos conversar Eu não queria ter de te machucar Vai dar jogo pro azar? Bruxa Vagabunda Filha da puta Eita, coitadinha Tão novinha Quis dar Não soube se cuidar Agora nada de abortar Engula essa tua culpa Mamãe Trancada Forçada Quem mandou? Ah, mas isso é fase Hoje não quer ser mãe Quando encontrar homem bom Espera só, querida Toda mulher nasce pra isso É vocação Questão de tempo Espera só Só Dupla jornada Balela de louca Eu sou um fofo Estou aqui com sua pensão Sua vocação Não minha Olha, putinha Quer abortar? Teu nome tá em sangue Lá no chão da favela 1 milhão por ano Clandestinas É Gabriela? Cravo ou Canela? Não tem chá Não tem pai Não tem saúde Não tem Não Não pode descuidar Tem que tomar A pílula Engula Um pouquinho a cada dia Trombofílica Hipertensa Cancerígena Mas descuidar não pode Pode suas asas Olha ali, tá gordinha Desleixou Tá descuidada Desse jeito acaba sozinha Mas tem rosto tão bonito Não se cuida Questão de saúde, sabe? Me preocupo Juro que não é padrão Filme de terror É rua escura Passo próximo Respiração ritmada Pensou era demônio Era homem Ali Sozinha Suja Pintando a sarjeta de sangue Por hora são onze Vocês querem falar sobre flores? Eu não quero nem vê-las. A bizarrice poética desse dia é fruto da dor das nossas mulheres: estupradas, silenciadas, subestimadas, impedidas, mutiladas, espancadas, violentadas, exploradas, forçadas. Todos. Os. Dias. 8 de março é dia de luta. (08.03.2016) DE : Luiza Passarin

Nenhum comentário: